quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Grupo construirá shopping center de R$ 360 mi no interior de São Paulo

18/02/2015 - Folha de São Paulo, Mercado Aberto

O grupo paulista GMR, que atua nos segmentos imobiliário e de energia, terá um novo shopping em Piracicaba, no interior de São Paulo.

A empresa vai aproveitar o prédio histórico de uma antiga tecelagem para construir um centro de compras com espaço para 250 lojas.

O investimento total será de R$ 360 milhões, dos quais 50% de capital próprio e o restante financiado.

"Piracicaba tem hoje só um shopping, enquanto cidades do mesmo porte no Estado já possuem um número maior, por isso avaliamos que há um bom potencial", diz o sócio-diretor, Guilherme Sahade.

O local também abrigará um hotel com 210 quartos e uma pequena central hidrelétrica suficiente para abastecer todo o complexo, de acordo com o executivo.

O shopping deverá ser entregue em outubro de 2017.

O grupo tem outros dois centros de compras em desenvolvimento, em Itapevi ( SP) e Poá ( SP), cada um com área locável de 30 mil m ² .

"Optamos por concentrar os investimentos em um raio de até 200 quilômetros de São Paulo, por acreditar que é uma região menos impactada pelos efeitos da crise."

Na área imobiliária, a GMR já entregou aproximadamente 60 edifícios comerciais e residenciais, sobretudo no Estado de São Paulo.

A empresa também é sócia do BTG Pactual e da gestora P2 ( joint venture entre Pátria e Promon) em usinas hidrelétricas e eólicas no Chile e no Peru. É ainda acionista da CPFL Renováveis.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Frota da Região Metropolitana de São Luís supera 400 mil veículos

11/02/2015 - O Estado do Maranhão

O trânsito na Região Metropolitana de São Luís está cada vez mais complicado e uma das principais responsáveis por essa situação é a grande quantidade de veículos em circulação. Conforme dados do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran), a frota em toda a Ilha ultrapassou a marca de 400 mil veículos e o principal reflexo pode ser visto nos engarrafamentos que causam transtornos para motoristas e usuários de transporte coletivo.

No total, 400.123 veículos circulam pela região metropolitana, conforme dados do órgão estadual. Das quatro cidades que foram a Ilha, São Luís é a que apresenta a maior frota, com 349.728 veículos. Em seguida, está São José de Ribamar, com 27.067; Paço do Lumiar, com 19.621; e Raposa, com 3.707 veículos.

Consequências - A principal consequência do crescimento da frota da região metropolitana é a lentidão do trânsito, causada pelos congestionamentos nas mais diversas vias. Essa situação torna-se ainda mais evidente por causa da precariedade da malha viária e a falta de vias alternativas que facilitem o tráfego dos veículos.

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Grupos investem em novos shopping centers no Paraná

06/02/2015 - Folha de São Paulo, Mercado Aberto

A fabricante de alimentos Parati e o grupo DMF (dono do shopping Jardim das Américas, de Curitiba) fecharam uma parceria para construir dois empreendimentos no interior do Paraná.

Juntos, os novos shoppings receberão aproximadamente R$ 140 milhões -parte do capital será financiada.

Os estudos para desenvolver os projetos começaram há três anos, antes da desaceleração do varejo.

"Sabemos que agora é um momento de cautela, mas, hoje, nosso grau de endividamento é zero", diz Dirceu Pastre, sócio da DMF.

"As cidades [onde os shoppings serão construídos] foram bem receptivas. Então, achamos que os investimentos não são de risco."

O maior dos empreendimentos, com 200 lojas e 25 mil metros quadrados de área bruta locável, será instalado em Paranaguá e atenderá todo o litoral paranaense. Cerca de R$ 80 milhões serão injetados nesse projeto.

O restante do aporte será destinado ao shopping de Araucária (na região metropolitana de Curitiba), que terá 17 mil metros quadrados de área locável e 160 lojas.

"Os dois terão um espaço ao lado onde poderão ser expandidos no futuro. Haverá a possibilidade de quase duplicar o tamanho deles ou de erguer um hotel ou um edifício corporativo no local", acrescenta Pastre.

O grupo Parati fabrica cerca de 100 mil toneladas de alimentos por ano, principalmente biscoitos e massas, e emprega 3.500 pessoas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Construção de novo túnel começa em março

31/01/2015 - Diário do Nordeste

Anunciada no ano passado, a construção do túnel no cruzamento das avenidas Engenheiro Santana Junior e Padre Antônio Tomás, na região do Cocó, está prevista, conforme a Prefeitura Municipal, para o mês de março, com expectativa de conclusão em agosto do ano que vem. A intervenção, que será financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), promete garantir o acesso expresso entre as duas vias e viabilizar o funcionamento integral do BRT Antônio Bezerra/Papicu.

Samuel Dias, titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinf), afirma que o órgão já está finalizando o plano de desvios de trânsito necessários para a obra. Segundo ele, logo após as definições, os trabalhos serão iniciados. "Esperamos começar em março e terminar em julho ou agosto de 2016", destacou.

O túnel, o gestor explica, possuirá três faixas em cada sentido. Uma central será destinada ao corredor exclusivo para transporte coletivo que irá interligar o Terminal do Antônio Bezerra ao Terminal do Papicu. Dias afirma que esta é a última grande intervenção dentro do programa de obras para a implantação do BRT, que também incluiu a requalificação dos dois terminais e das avenidas Humberto Monte, Domingos Olímpio, Antônio Sales, Eng. Santana Junior e Bezerra de Menezes.

"Com a inauguração desse túnel, a estrutura do corredor ficará completa. A Linha 222 (Antônio Bezerra/Papicu/Antônio Sales), que faz esse trajeto do BRT, já é um sucesso. É mais rápido ir de um terminal para outro de ônibus do que de carro, mesmo com as obras da Bezerra de Menezes em curso", observa o secretário. A Linha 222 começou a circular em novembro de 2014 e é composta por ônibus articulados, com capacidade para transportar 150 passageiros.

A operação integral do corredor exclusivo também depende da conclusão dos trabalhos na Bezerra de Menezes, em andamento desde o ano passado. São construídas dez estações de embarque e desembarque de passageiros no canteiro central. Segundo Dias, 80% da intervenção foram concluídos e a expectativa de entrega é até março, três meses depois do anunciado anteriormente. "Acreditamos que 90% do ganho da operação do corredor vai se dar com obras da Bezerra de Menezes. Com o túnel da Eng. Santana Junior e Pe. Antônio Tomás, conseguiremos o restante", diz o titular da Seinf. Os trabalhos têm investimento de R$ 187 milhões. A extensão do corredor é de 17,4 Km.

Travessia

A construção de passarelas para pedestres e ciclistas no entorno dos viadutos das avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antônio Sales também deve ter início em fevereiro, segundo a Prefeitura.

A primeira passarela será na Antônio Sales, na altura da Rua São Gabriel, e terá rampa de acessibilidade. Em seguida, começarão as obras de duas passarelas na Av. Eng. Santana Júnior, próximas às ruas Israel Bezerra e General Tertuliano Potiguar. A previsão é de que os equipamentos fiquem prontos no primeiro semestre de 2015.

Ainda na Av. Eng. Santana Júnior, terá início a implantação de mais uma passarela na altura da Rua Bento Albuquerque, quando as obras do túnel sob a Av. Padre Antônio Tomás forem iniciadas. As intervenções devem ser finalizadas no segundo semestre de 2016. Com investimento de R$ 5 milhões, as obras fazem parte do corredor Antônio Bezerra/Papicu.